30 de jul de 2008

A verdade está no íntimo – Parte I

É eu sei, isto aqui é um blog e não adianta eu escrever um texto prolixo, e recheado com palavras difíceis que em muitas vezes só dificulta o entendimento de quem eu quero ajudar. Conversando com algumas pessoas, percebo a dificuldade que as mesmas tem de “cuidar” dos seus interiores, assim como, a notável crença de que a imagem externa de uma pessoa, corresponda fielmente aquilo que desejamos internamente de alguém– acontece muito em relacionamentos amorosos. Vou compartilhar tudo isso e dividir em partes, não sei quantas, mas aqui fica a primeira delas. Espero que assim as pessoas aprendam enxergar um pouco melhor as essências alheias, e o mais importante, compreender a sua própria.




A verdade está no íntimo – Parte I

Um conceito simples, mas que se for bem entendido pode mudar muito a vida de uma pessoa, e ajudar bastante na evolução de certos medos internos. Lançarei aqui dois termos, Pessoa Interna (PI - não é Piauí, por favor) e Pessoa Externa (PE - não é Pernambuco, por favor). Esqueçam por um momento as terminologias psicológicas, ou os mais diversos significados existentes para isso, esqueçam espírito e corpo, e coisas afins. A idéia aqui é simples, muito simples e básica: Oferecer para qualquer pessoa uma idéia básica sobre interior e exterior humano, mente e aparente social, para que com isso, um possível leigo que jamais se interessará por psicologia (e muitos não querem essa obrigação) possa cuidar melhor daquilo que o aflige internamente.
É interessante perceber como culturas de diferentes países tratam PI e PE de formas diferentes, utilizando desde cedo, por exemplo, bases filosóficas que muitas vezes são influenciadas por alguma religião. Alguns países prezam o conhecimento da PI, e outros da PE, por fim, alguns não prezam nada.
Importante saber, como mostrarei posteriormente, que aprender a entender melhor essa idéia, e enxergar com mais exatidão como uma imagem externa pode afetar criteriosamente o seu íntimo, trará um pouco mais de paz, entendimento, e tranqüilidade para o seu interior.

(continua...)
Compartilhe:

Categorias

© Carlos Mion Todos os direitos reservados.